Aprenda e Aplique Aprender Educação Financeira Inicio de Vida Instituições bancárias Instituições Financeiras O teu Objetivo é O teu Perfil Orçamento Familiar Organizar

Como conseguir um crédito de habitação aprovado

Se pensas comprar casa, antes de pedir um empréstimo, tens que saber o que as instituições financeiras analisam antes de aprovar um crédito habitação. Não se trata de uma escolha aleatória, nem apenas de quem ganha bem. Quanto melhor souberes e estiveres preparado, mais hipóteses tens que  o crédito seja aprovado à primeira.Sabe aqui alguns dos fatores que os bancos levam em conta.

Estabilidade de rendimentos

Quanto mais seguro e estável o seu rendimento é, maior facilidade terá em obter um crédito. Aqui os trabalhadores Independentes muitas vezes são prejudicados pela instabilidade e incerteza de rendimentos mês a mês. Apesar da efetividade de um trabalho hoje em dia pouco significar, num banco é um ponto a favor para a aprovação de qualquer crédito.

LTV (Loan to Value)

Relação entre o valor de empréstimo pedido e o valor do imóvel . Por exemplo, se a casa que pretende comprar vale 100.000€ e precisa de 80.000€ o LTV será (80.000/100.000= 80%). Quanto mais elevado esta percentagem for, mais dificilmente o banco concede empréstimo. Se antes da crise os bancos emprestavam 100% do valor da compra da casa, atualmente o montante máximo anda à volta dos 80% do valor do imóvel. Daí ser importante e aconselhável que tenhas uma poupança preparada para poder dar uma entrada e ajudar com as despesas de compra (escritura, registos, etc).

Taxa de esforço

A taxa de esforço corresponde à percentagem do rendimento destinada ao pagamento das prestações dos créditos contraídos. Representa, por isso, o peso dos compromissos financeiros no orçamento familiar. Uma taxa de esforço elevada significa que uma parte importante do rendimento se destina a pagar despesas com empréstimos bancários.

A fórmula é: (Total de Prestações Financeiras / Rendimento do Agregado Familiar) * 100.  

Se já houver créditos em teu nome e uma carga elevada de compromissos financeiros, dificilmente terás um crédito aprovadoSaiba  mais aqui

Taxa de esforço corrigida

Conceito semelhante à taxa de esforço mas que inclui, além da prestação mensal, as despesas de água, luz, gás. Esta análise permite um maior rigor do orçamento familiar de quem está a pedir um financiamento. O Ideal é que a taxa de esforço corrigida seja até 30%.

Garantias adicionais 

Fiador :

Em caso de incumprimento da prestação, fica obrigado ao pagamento da mesma. Por isso muito cuidado ao aceitar ser fiador. Infelizmente esta crise trouxe muitos pais a entrarem em endividamento extremo com penhoras de casa, devido à responsabilidade de ter sido fiador de casas dos próprios filhos. Isto devido a situações de desemprego e outras situações muito complicadas. Se já és fiador de alguém, esse aspecto também conta como um ponto negativo a teu favor, pois o banco eleva o teu risco de incumprimento se o responsável do outro empréstimo falhar e por consequência ficares tu responsável pelo pagamento da mensalidade.

Estes não são todos os fatores que têm em conta, mas apenas os principais. Cada vez mais os bancos desenvolvem ferramentas de avaliação de risco e de estudo de padrões de comportamento. Um bom planeamento e objetivos estabelecidos são meio caminho andando para realizar o vosso sonho de ter casa própria

Lê Também:

Guia Morando sozinho #03 – Como Comprar casa

Guia Morando sozinho #2 – Comprar ou Alugar casa?

Deixar um comentário