Instituições bancárias Organização e Planeamento

Sabes quanto pagas em seguros?

Sabes quanto pagas em seguros?

Sabes quanto pagas em seguros?

Alguma vez se apercebeu dos débitos na conta bancária de poucos euros (normalmente inferiores a 10€) que nunca sabe bem para que serve mas ao mesmo tempo nunca se deu ao trabalho de verificar para onde vão nem o impacto que têm anualmente?

Pois está na altura de verificar quanto pagas em seguros.

Estes débitos normalmente estão associados a seguros ligados aos créditos e/ou a quotas que possam ter em associações e afins.

Este resumo serve para:

  • Ter uma visão clara de quanto os seguros pesam no orçamento anual
  • Analisar a possibilidade de anular algum seguro desnecessário
  • Analisar a possibilidade de alterar de seguradora
  • Analisar a possibilidade de consolidar mais que um seguro e obter valores mais convidativos

Se já é utilizador do boonzi tem essa informação automática. Se ainda não é, informe-se aqui e pondere iniciar a sua utilização.

Exemplo:

Seguro Casa multiriscos –  6,20€ / mês – 74,40€/ano – (seguro de protecção exclusiva de casa contra danos)

Seguro Casa Vida – Crédito Habitação – 10,09€ / mês  – 121,08€/ano – (seguro em caso de morte sendo o beneficiário o banco para pagamento da divida)

Seguro Crédito carro – 7,45€/mês – 89,4€/ano – Segurado em caso de desemprego ou baixa prolongada para o pagamento do crédito

Seguro Saúde – 31,30€ / mês – 375,60€/ano (seguro de saúde para beneficiário e descendente com diversas coberturas, acordo com entidade patronal)

Seguro Carro –  256,6€ / ano (seguro automóvel contra todos os riscos)

Total gasto por ano em seguros – 827,68€/ANO 

Sendo estes seguros essenciais, dos quais não se pode simplesmente anular, é necessário fazer uma pesquisa de entre várias seguradoras. Pode optar por uma mudança ou englobamento se compensar.

Primeiro que tudo é necessário informar-se. Podem dizer-vos que há a obrigatoriedade dos seguros se manterem na seguradora que muitas vezes do próprio banco. Mas o máximo que podem fazer é afirmar que se trata de uma alteração de condições e que  afetaria de alguma forma o valor da mensalidade. Poderia afectar o spread por exemplo, mas o nível de poupança pode compensar o aumento do spreed.

A resposta que obtive por parte de um banco foi “Os seguros são obrigatórios conforme acordado e escrito na escritura da casa”.

Mas eu não perguntei se podia anular o seguro (dos seguros serem obrigatórios eu já sabia!)… perguntei se poderia MUDAR de seguradora, e tive a sensação que me ter dado esta “meia resposta” de forma a desistir de mudar…

(Conseguem perceber a subtileza de resposta para não mentir mas não dizer “toda a verdade”? é assim que os bancos usam da nossa ignorância todos os dias!)

Por isso reformulei a pergunta:

Mudar de seguradora IRÁ alterar as condições do meu crédito de habitação?

Resposta: “Pode mudar os seguros, mas as condições do novo seguro têm de ser pré-aprovadas pelo banco, e caso seja aceite, a sua alteração não tem custos.”

Resposta ligeiramente melhor não acham? mas para mim não é suficiente clara a parte do não ter custos não quer dizer que não altere as condições do crédito! Irei confirmar a questão do spread antes de efectivar a mudança, mas para já estou a recolher simulações de várias seguradoras.

Sugestão:

Façam o apanhado de todos os seguros que têm bem como suas coberturas. Peça simulações para comparar duas ou três seguradoras exatamente com as mesmas coberturas. Poderá haver situações que não compense mudar, mas pelo menos têm a certeza que tem a opção mais barata!

Ter atenção ao pedir simulações certificar que pedimos com as mesmas condições que as anteriores, para termos uma base de comparação real.  Depois sim, se valer a pena acrescentar outras coberturas. O português usado pelos senhores do banco também é propositado. Muitas vezes não nos respondem diretamente à questão e somos levados a más interpretações e quem fica sempre a perder somos nós!

Façam as perguntas certas e exijam respostas claras!

1 Comentário

Deixar um comentário