Aprenda e Aplique Aprender Endividado O teu Objetivo é O teu Perfil Orçamento Familiar

Armadilhas mentais para sabotar o teu Orçamento Familiar

Estas armadilhas mentais que só servem para sabotar o teu orçamento familiar, normalmente aparecem em alturas de mais stress, com a auto-estima em baixo ou a desmotivação prevalece. Se o teu objetivo para 2017 é sair do endividamento ou caminhar para a independência financeira é importante saber identificar os teus pontos fracos, em que mais vacilas e adoptares técnicas para evitar cair na armadilha.

Aqui seguem as armadilhas mais comuns. Pensa na tua, e aprende a dares a volta!

 Armadilha n.º1 – Pensamento mágico

Quando vais morar sozinho ou pela primeira vez com a tua cara metade, podes ter a noção óbvia que como se costuma dizer “o dinheiro não cai das árvores”. Mas apesar disso, podes ter ainda pequenas ilusões em que tudo parece muito mais fácil do que realmente é.

Alguns exemplos desses “pensamentos mágicos” que impactam negativamente as finanças, são:

  • O meu marido/ minha mulher vai tratar das finanças dinheiro por mim;
  • Ainda sou muito novo(a) para pensar na reforma;
  • Quando morar sozinho(a) o dinheiro vai chegar e vou poupar facilmente;
  • Não pode ser assim tão difícil como as pessoas dizem;
  • Tudo vai dar certo no final, se não deu certo ainda, é porque ainda não chegou o final;

Armadilha n.º2 – Príncipe encantado

Seja mulher ou homem, nunca dependas do teu namorado(a) ou marido/mulher para gerir o teu dinheiro. Se vives com alguém, conversem como um casal, partilhem ideias, objetivos e decidem as coisas juntos. Deixar um dos membros do casal com a total responsabilidade do orçamento familiar apenas pesa a responsabilidade de ambos num só lado, e quando algo corre mal, dispara as culpas do “a culpa é tua porque não sabes gerir” ou “a culpa é tua porque não me ajudas”.

Afasta ideias como:

  • Homens sabem lidar melhor com dinheiro;
  • Não preciso de me preocupar com nada porque o marido/mulher cuida de tudo;
  • Se me interessar pelas finanças da família parece que não confio no meu marido/mulher;
  • Não preciso me preocupar com o futuro porque meus filhos irão cuidar de mim quando eu ficar velha(o)

Armadilha n.º3 – Eu mereço

A bem dizer, todos merecemos ser ricos certo? Ou pelo menos todos pensamos assim. Mas esta mentalidade do “vou comprar porque eu mereço” pode levar-te a situações de endividamento pela incapacidade de saber dizer não a ti próprio. Isso chama-se auto sabotagem:

  • Eu mereço uns sapatos novos para combinar com a calças novas – Pensa: “Tenho estes sapatos, vou comprar roupa que combinem com eles”;
  • Eu mereço ir sair ao Sábado à noite (quando Já saíste na Sexta-feira) –  Pensa : “Se estipulei uma saída por semana, na vou sair Sábado porque já saí Sexta”

Armadilha n.º4 – Comprar isso vai me deixar feliz

Comprar algo que desejamos libera endorfina no teu cérebro. A endorfina é um dos hormônios do prazer. Para fugir da tentação e do afundamento do cartão de crédito pensa:

  • Eu preciso mesmo disto ou é só pelo gozo de ter?
  • Esta compra vai levar-me mais perto ou mais longe do meu sonho?
  • Cada prestação é só de 20€ – São quantas mensalidades? Quanto vais pagar pelo produto no final? E, principalmente: quanto já deves no cartão de crédito?
  • Promoção há a toda hora!

Armadilha .º5 – Eu só quero que me aceitem

O importante não é o que nós temos, mas o bom uso que  fazemos com o pouco que temos. Podes encontrar-te em muitas situações em que tenhas receio de dizer que não porque vai parecer que és “sovina” ou “Forreta”. Isso não importa. Se são teus amigos vão compreender se não podes ir àquele jantar de grupo no melhor restaurante da cidade” porque no momento não te podes dar a esse luxo.

Deves estar atento quando:

  • Se eu disser “não” vão ficar chateados comigo;
  • Se eu explicar que não posso gastar dinheiro vão me chamar “cortes” ou “forreta!,
  • Se me dizem para comprar isto é porque me deve ficar mesmo bem, afinal só querem o melhor para mim;

Aprenda a dizer NÃO

Seja a ti mesmo ou aos que te rodeiam. Aprende a desviar-te de tudo que te desvia dos teus objetivos. quando conseguires alcança.los verás que tudo vale a pena.

E tu, tens outras armadilhas que te fazem escorregar? conta-me tudo!

Deixar um comentário